renoirluterolivre@ig.com.br

domingo, 16 de outubro de 2011

O APARTHEID NOS FALSOS CONDOMÍNIOS






A exploração de áreas públicas, nos moldes do que acontece no Brasil, causa a obstrução de direitos da população, constituídos na Legislação vigente.



Na superfície, o impacto social parece aceito em decorrencia, de um lado das necessidades da parte obstruída, os mais pobres, os prestadores não oficiais de serviços, os excluídos destas áreas públicas e de outro lado, pela imposição financeira e política predominante, manipulada pelos interesses da exploradora.



A necessidade de trabalho e sobrevivência de prestadores de serviços, desde as diaristas, os jardineiros diaristas, os cuidadores de piscinas, eletricistas eventuais, pedreiros das reformas da alvenaria, encanadores dos vazamentos e reformas, telhadistas nos infortúnios de primavera e verão, mecânicos socorristas, entregadores do consumo da classe média, perueiros das escolas dos filhos da classe média, enfermeiros e médicos das doenças e infortúnios, todos aceitam as imposições de regras quase nunca procedentes, feitas em áreas públicas antes livres e abertas a todos.



Porém, o que mais causa espécie e choca é a exclusão dos que não estejam prestando serviços.



O trabalho é a única condição que pode conceder acesso vigiado a estas áreas públicas, enquanto o passar por estes locais sem estar a serviço dos ocupantes é algo restrito.



Esta situação é a mesma do apartheid que vigorou na África do Sul e que impunha aos negros e pobres exclusão de acesso às áreas escolhidas pelos colonizadores.



Algo tão injusto e anti-ético acontece nos falsos condomínios brasileiros; a exclusão dos menos abastados e toda consequencia deste fato nas atuais e futuras gerações.



Origem colonialista? Resquícios de Brasil Colônia?



Muito provável que os falsos condomínios o sejam.



A solução para a extinção desta mazela atual é política e não bastam apenas decisões cancelando cobranças.



É preciso mudar a conduta social em relação às áreas públicas e aos direitos previstos na Lei.




MRLL




Um comentário:

DEFENDA SEUS DIREITOS AQUI disse...

MANIFESTO POPULAR EM DEFESA DA MINISTRA ELIANA CALMON
http://www.petitiononline.com/CNJOUT15/petition.html
INSTRUÇÕES PARA ASSINAR A PETIÇÂO na INTERNET :
instruções para assinar : CLIQUE PARA LER a petição on-line http://www.petitiononline.com/CNJOUT15/petition.html
DEPOIS de LER , para assinar , voce DEVE CLICAR no botão Sign the Petition ( assinar a petição )
Preencha seus dados ( conforme aparece na tela do site de petição on-line )
Confira seus dados clicando sobre o botão PREVIEW YOUR SIGNATURE ( veja sua assinatura )
se precisar corrigir alguma coisa - volte na tela anterior usando seu navegador quando tudo estiver correto,
voce deve confirmar a sua assinatura clicando no botão APPROVE SIGNATURE ( aprovar assinatura)
voce vai receber um email confirmando sua assinatura nba petição
Ajude-nos convidando seus amigos para assinar tambem, para isto basta clicar em " let your friends know " on Twitter
Veja quantas pessoas já assinaram clicando em VIEW CURRENT SIGNATURES ( ver assinaturas atuais)